No próximo ano…

“Desejo primeiro que você ame, e que amando, também seja amado.

E que se não for, seja breve em esquecer.

Desejo também que tenha amigos, que mesmo maus e inconsequentes,

Sejam corajosos e fiéis, e que pelo menos num deles, você possa confiar sem duvidar.

 

Desejo depois que você seja útil, mas não insubstituível.

Que nos maus momentos, quando não restar mais nada,

Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

 

Desejo ainda que você seja tolerante,

Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,

Mas com os que erram muito e irremediavelmente…

 

Desejo que você, sendo jovem, não amadureça depressa demais,

E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer,

E que sendo velho, não se dedique ao desespero, porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e

É preciso deixar que eles escorram por entre nós…

 

Desejo que você descubra, com o máximo de urgência,

Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,

Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta!

 

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,

Porque é preciso ser prático.

 

Desejo também que nenhum de seus afetos morra, por ele e por você!

 

Desejo por fim que você sendo homem, tenha uma boa mulher,

E que sendo mulher, tenha um bom homem,

E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,

E quando estiverem exaustos e sorridentes,

Ainda haja amor para recomeçar.

 

E se tudo isso acontecer,

 

Não tenho mais nada a te desejar…”

 

 

Victor Hugo, 1850.

Anúncios

Sobre ldcfonseca

Psicólogo, professor universitário. Membro da atual diretoria do Sindicato dos Psicólogos de São Paulo. Membro do FLAMAS - Fórum da Luta AntiMAnicomial de Sorocaba. Membro do comitê gestor do Núcleo Sorocaba da Associação Brasileira de Psicologia Social - ABRAPSO. Mestrando em Psicologia Social pelo IP-USP. À escuta do não dito. Por uma sociedade SEM manicômios.
Esse post foi publicado em Economia, Educação, Mundo, Política, Psicologia, Saúde, Saúde Mental, Trabalho. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para No próximo ano…

  1. Bornia disse:

    Enquanto der, sim !!! Enquanto houver outros recursos disponíveis, como: boas amizades, saúde e nergia para atividades físicas e de lazer, equilíbrio mental para fazer as melhores escolhas e alguém para me ouvir…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s